Oi…

É, povo. Me deu um tilt, um troço. Ficaria fino, elegante e moralmente bacana se eu dissesse que estava cheia de serviço, ou que compromissos urgentes me afastaram daqui. Não foi. Foi um grande “BASTA”, ainda que temporário (embora, no presente momento, esteja cheia de serviço e, não se engane: estou escrevendo aqui porque deu vontade e, no fundo, para adiar o começo de outro livro).

Não sei o que me deu. Talvez cansaço acumulado, ou os resultados das eleições paulistanas, que – pra não ser blasé ou dar uma de fortinha – doeram pra caramba.

De qualquer forma, ficou muito feio simplesmente interromper as postagens, sem dar satisfaçã. Mas tenho intimidade suficiente com vocês para imaginar que me perdoam. Peço tambem que compreendam daqui pra frente que eu poste menos. Este é o correto, e não um post ao dia, como vinha me propondo a fazer desde o início do blog.

Durante esse tempo, colecionei certa preguiça, suficiente para desencorajar  o elenco das coisicas que vejo em Haddad nesses dois meses à frente da Prefeitura.

As primeironas são o desmantelameto de promessas. Ora, ora, promessas dão errado em qualquer administração de boa vontade, mas aqui é diferente: ele prometeu mundos e fundos que chegavam às raias da cretinice e da mentira – até a loucura de passagem grátis pra todo mundo -, e logo nos primeiros dias de janeiro disse que não dava. Acho benfeito pra quem acreditou, porque pessoa que não liga Tico e Teco na hora de votar merece mais é se lascar.

A segunda coisa é seu bunda-molismo. Vieram as chuvas – uma baita chuva! – e as enchentes, e o sujeito não deu nem as caras. Aceito até cara de pau de político, mas tibieza e covardia, never! E piorou quando ele se justificou: “não adiantaria minha presença nos locais afetados, faço ais aqui no gabinete de crise”. Ora, meu filho, não se trata disso, trata-se de uma obrigação tão universal que não é muito necessário explicar aqui. A presença da autoridade, o conforto do Estado, independentemente de culpas ou não, de tudo – talvez coisas que você não entenda.

A inspeção veicular, essa é a cara do PT. Haddad prometeu acabar com a taxa e, mesmo diante dos alertas da oposição e as redes – de que o custo acabaria sobrando para todos os cidadãos – o cabra foi eleito. Uma vez acomodado no gabinete, viu que a coisa não era tão simples. De lá pra cá, jogou tanta abobrinha pra plateia que, adivinha o futuro? A inspeção permanecerá a mesma. Talvez ele consiga trocar a Controlar por alguma empresa amiguinha (dessas sediadas na Estrada do Barro Seco, s/n.) e daí a taxa aumenta para as despesas de isso e aquilo, reajuste de inflação, um escândalo de corrupção negado, aquela história toda, repetida à exaustão no governo federal.

Não, o tal Arco do Futuro nao sairá. Não, Haddad não cobrirá o déficit habitacional. Não, o tal de Hora Certa na Saúde não encurtará filas (até porque “hora certa” já existe faz tempo). Não, os corredores de ônibus não resolverão o problema do trânsito. E não para todo o resto mirabolante e propositalmente fantasioso, estilo tão caro ao PT.

A cidade é muito complexa pra projetos arrasa-quarteirão e para a “felicidade geral e gratuita” da cidade. Não é assim que se faz. Qualquer paulistano com mais de dois neurônios sabe que as coisas certas são feitas aos pouquinhos. Enquanto isso, eu aqui em orações para que ele não consiga desmantelar as instituições fortes da cidade, aquelas que funcionam por si mesmas, através das gestões.

(Se bem que conseguiram com a Petrobras. Oremos)

Anúncios

10 opiniões sobre “Oi…”

  1. Ri com a imagem do Belchior! É, o tal Haddad já apronta muito na prefeitura. O que me dá raiva é o salvo conduto que o cara está tendo para não dar as caras na enchente, para enrolar com a inspeção veicular… Tomara que a cidade resista. Já resistiu antes, mas desta fez a dose de incompetência e má fé pode ser demasiado grande…

  2. A única coisa que vou comentar desse post é a sua volta.
    Estava com saudades dos seus textos assim como tantos outros leitores e essa é a boa nova. Também ando de saco cheio com um monte de coisas, mas é bom saber que algumas vezes vou encontrar neste mundo virtual textos legais com comentários idem. Um dos meus “oásis” na net está ativo. Não desanime, por favor.

  3. Boa foto. Poderia ser também a de Greta Garbo ou até Ana Paula Arósio. Férias prolongadas do blog e as coisas continuam como sempre. Legal poder voltar a ler seus posts, ainda que de vez em quando.

  4. Opa, já estava até deixando de passar por aqui. Bom ler um post seu sobre a atual administração. O fato é que o pt mente sempre pra quem mais precisa dele, Leticia. Aqueles que mais precisam do serviço público é que são os mais enrolados por picaretas iguais ao Haddad.

  5. Que bom que você voltou, desejo toda força para você continuar postando!
    A eleição também me derrubou.
    Você, Reinaldo e outros que tem a mesma linha de pensamento, são um alento para quem como eu, se sente órfão de um partido que nos represente.

  6. Obrigada, Dawran.

    Obrigada, Arnaldo L. Vamo que vamo… (lutando aqui para defender minha cidade, dirigida agora por um partido que não me representa meeeeesmo).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s