Uma muxquinha às segundas

Nos dias que correm, em que muitas subserviências de antes emergem agora sob a forma de valentia, acho bem hora de homenagear quem sempre criticou o governo Lula, não baseado em oposição metódica, mas em fatos. Este vídeo do usuário do Youtube Odilon Neto é de 2007, quando toda a imprensa ainda segurava seus anúncios com “sim, sim, o governo Lula está no caminho certo”. Ainda tem muita gente hesitando em abadonar o barco, mas é questão de tempo.

Ah, e com a muxquinha de Gabriel o pensador quero homenagear um contumaz leitor que, como qualquer petista, anda muito nervoso e acabou se traindo e usando aqui um de seus 592 e-mails que não deveria usar, olha só…

Não posso publicar o endereço dele aqui porque tenho compromissos com a privacidade deste blog, mas posso dizer que, sob outro nome, vem do lixão da área de comentários de um jornalista de Época.

Se atrapalhou, tadinho… E agora está bloqueado.

Anúncios

6 opiniões sobre “Uma muxquinha às segundas”

  1. Lets, pois eu vou ‘escrachar’ o nick desses caras.
    Por uma questão de ética, você não vai falar, mas possivelmente trata-se de dois degenerados morais que se escondem atrás de ridículos nicks como “José Mario HRP” e “kgb surfando na jaca”, entre outros.
    São possuidores de personalidades amorais, psicóticas. Fazem do anonimato sua trincheira para distilar seus recalques freudianos. Não é à toa que se acobertam com a desbotada e corrompida bandeira estrelada. Sentem-se à vontade nas fileiras da porca militância petista. Que o esgoto de onde saíram lhes sirva de morada definitiva. É o que merecem.

  2. Claudio, não é o Xico, não. Ele só tem opiniões diferentes, mas não é delinquente.

    Schu, deu até pena. O cara trocou os pés pelas mãos e comentou com um e-mail que não era “pra cá”.

    Resultado: até que o elemento arrume uma companheira, e até segunda ordem, comentários joão-sem-braço ficarão cozinhando em banho-maria nas entranhas deste blog, até porque não tenho tempo de ficar verificando de onde veio, e tals.

  3. Agora, estão destilando duas cois meio que na moita:

    – uma delas, é que a ação do STF pode ser anulada por corte internacional.
    – outra, é o projeto do novo Código Penal com “inovações” que têm endereço certo.

    São duas coisas que precisam ser desnorteadas, pois estão aproveitando certa dispersão causada pelas eleições e pelo julgamento do mensalão para colocar tais coisas à sorrelfa.
    Oras, em cortes internacionais, quem assina os protocolos de filiação a princípios, é o Estado e não um dos seus órgãos. Porém, querem dizer que cortes internacionais poderão interferir e até retificar decisões do STF, uma rematada inverdade. Quem poderá, se for, comunicado, será o Estado Brasileiro, com base no que tenha assinado de protocolos e intenções.

    Já o projeto do novo Código Penal, começa a prover preceitos que vão desde penalização a quem maltrata um cão, maior do que quem possa decidir por eutanásia de parentes sem consultar médicos, dentre outras coisas.

    Todo cuidado é pouco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s