Miss porpetone

O cônsul russo em São Paulo Mikhail Troiánski, a respeito das simostrettes nativas que vieram prestar solidariedade ao Pussy Riot na última sexta-feira, em frente ao Consulado, na Lineu de Paula Machado:

A propósito, recomendo que da próxima vez que vierem desnudar-se na frente do consulado façam dieta se querem parecer com aquelas moças da Ucrânia que mostram suas bondades. Devem comer menos pão.

Tal negócio, né? Ser gordo, magro, feio ou bonito é um direito fundamental do ser humano. Mas sair mostrando as banhas por aí é dar carta branca para os comentários. E ponto.

Anúncios

11 opiniões sobre “Miss porpetone”

  1. É que o negócio é o seguinte: apareça nua!

    Apareça nua que os pun…(vocês sabem) vão fotografar, colocar no Terra e no Uol e conseguir uma notinha em algum jornal da Rede TV ou BAND.

    E partir disso, consegue-se umas entrevistas na Luciana Gimenez, na Ana Hickmann ou na Eliana Dedinhos e daí, para um ensaio “sensual” em uma revista de pun…(vocês sabem) é apenas questão de tempo.

    E depois, a fama e a fortuna e quem sabe uma vaga em “A Fazenda” daqui há 1 ano…

  2. Seria interessantes saber a origem das “porpetudas”!
    Essas ‘minas’ sabem muito bem que ao botar a buzanfa pra pegar uma aragem, sempre aparece alguém com uma câmera engatilhada. Daí, pro mundo é só um click.
    Enquanto isso, em Brazólia já faz algum tempo que um ex-rei e a atual rainha estão nus e ninguém percebe!

  3. Sensacional!
    Está certo o diplomata !
    As moças lá da Europa são muito bonitas e com tudo em cima.
    Já protestar é necessário e faz a democracia.

  4. Verdade paulo araújo.
    Parece aquele comercial de treco que não deixa um fiapo de pelo.
    O Cônsul russo fez a pida do ano…hehehehe…Só faltou falar do calcanhar rachado…

  5. Né, meninos? Punk onde? Têm mais cara dessas meninotas aficionadas por esmalte colorido.

    Dereck, acho que depende muito do protesto. Estamos vivendo uma fase em que ou o protesto é só moda (lembra da liberação da maconha?) ou é maneira de aparecer nas mídias sociáu, porque, afinal, estamos vivendo uma crise séria de falta de fonte de renda.

    Mas adorei o cônsul! O mundo segue, o tempo voa, mas o mais importante pra uma mulher ainda é a opinião de um macho, nem que seja um senhor, rá!

  6. Bem…. Comentários terão as bonitas q se desnudam e tb as q estão “fora do padrão”(o “vigente”, claro).

    De qualquer maneira, me pergunto pq ao se desnudar para homens(vide as “playboys” da vida) as mulheres recebem uma reação e para se desnudar para protestar, recebem outra.

    Ah se eu fosse “chargista”… xD 😉

  7. Em tempo: Ele(o “sinhô” da terra de Dostoievski) comparou as meninas dos protestos pelados daqui com as da Ucrânia(muitas ali são MAGRAS pra caramba, mas as ‘gordinhas’ são as mais penalizadas por estarem “fora do padrão”. E nem precisa ser beeeemmm gorda, basta estar com uns quilinhos ou gordurinhas a mais. Ê mundo q não se emenda…)

    Enfim, em todo caso prefiro mais ficar “de veneta” do q traçar um julgamento propriamente dito sobre os protestos das moças peladas – muito menos me concentrar nos supostos “porpetones” delas.

  8. Morena Flor, o mundo nunca muda. Mulher que tira a roupa é para ser esquadrinhada por homens AND mulheres. Sempre foi assim, sempre será. O feminismo geral é de gaveta: se presta a tudo, inclusive para oportunidades bem safadas em uma sociedade machista, e aí, penso eu, está embutido um machismo por parte das mulheres. Elas sabem que, se estivessem vestidas, não chamariam a atenção. Triste mundo em que um gênero continua contando com uma única força: se despir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s