E os números absolutos voooooltam à passarela!

Reinaldo Azevedo hoje:

Marta [Suplicy] deveria saber que, em números absolutos, São Paulo tem mais mulheres mortas, mais homens mortos, mais gênios, mais idiotas, mais pessoas bonitas, mais pessoas feias, mais honestos, mais desonestos, mais ricos, mais pobres… Em números absolutos, São Paulo sempre terá mais do que quer que seja porque tem 42 milhões de habitantes — 22% da população do país. E só diminuiu drasticamente as mortes porque tem mais presos também — tanto em números relativos como em números absolutos: 40% do total do país. (aqui)

A isso queria acrescentar, particularmente hoje, que São Paulo tem o maior número de fofoletes com saltinho de sapato sujo de barro reclamando de composições antigas do Metrô.  Sem mais,

Anúncios

7 opiniões sobre “E os números absolutos voooooltam à passarela!”

  1. Os números para a Martaxa não importam. Ela só exerce a tradicional militância petista. Foi jogada no lixo pelo próprio partido e só se elegeu senadora por consequência da saúde debilitada do Quércia. E ela sabe exatamente que quanto mais passa o tempo, maior é o tamanho de sua irrelevância.

  2. Claudio, não entendo quem queira formar carreira com maloqueirices como esta. A pessoa olha pra trás e diz: “foi isso que eu fiz”. Satisfaz?

  3. Esperar algo de positivo da senadora em relação ao Estado que representa é impossível.
    Essa coisa de terra arrasada é uma estultice.

  4. Sempre ouvi muitas mulheres falando que votavam em mulheres, porque elas são mais sensíveis e mais competentes que os homens na atividade política e na administração da coisa pública.

    Marta, e sua companheira de PT, Luiza Fontenelle são os exemplos bem acabados de que isso não passa de um conceito errado e de que um político não pode ser analisado pelo seu sexo, mas sim pela sua competência ou ao menos por seu potencial de competência se novo na atividade.

    Notem que não coloco na mesma cesta de Marta, a ex-prefeita Luiza Erundina que, se não foi uma boa prefeita do ponto de vista urbanístico, ao menos teve uma atuação social que justificou sua administração, Mas Marta, não. Marta foi insensível e arrogante, administrou mal a cidade de SP em todos os aspectos e ainda não se convenceu disso e ainda se arvora no direito de criticar quem veio depois.

    Sua atuação política é igual à de qualquer político homem igualmente ruim, não é o fato de ser mulher que lhe dá moral para apontar o dedo para quem quer que seja, como se pode concluir do seu discurso.

  5. O petismo tem a capacidade incomum de aglutinar em suas fileiras o que existe de mais incompetente em se tratando de material humano.
    Pra fazer média com seu ‘pretenso’ gênero, Dilma inchou seus 38 ministérios com nove mulheres.

    Eis aí seu staff da “saia justa”: Helena Chagas (Comunicação Social), Luiza Bairros (Igualdade Racial), Tereza Campello (Desenvolvimento Social), Ideli Salvatti (Secretaria de Relações institucionais), Miriam Belchior (Planejamento), Maria do Rosário (Direitos Humanos), Ana de Hollanda (Cultura), Izabella Teixeira (Meio Ambiente), Iriny Lopes (Políticas para Mulheres).

    Neste segmento ministerial, excetuando a Cultura e o Meio Ambiente, todos os demais ministérios criados para agasalhar as “cumpanheras” são dispensáveis.

    Diante disto, não se entende como “nossa’ presidAnta, tida como grande gestora, deixou falir uma ‘lujinha’ de 1,99 antes de se aventurar na política!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s