Ainda o Metrô

Vale dar uma olhada na descascada que o Reinaldo Azevedo faz no Sindicato dos Metroviários de São Paulo. É mais ou menos assim: trabalhador tem mais o que fazer, o que permite que desocupados se abanquem na diretoria. Olha só (íntegra):

Ah, então eu estaria mentindo quanto às filiações? Bem, resta pegar a lista pública dos partidos e confrontar com a direção do sindicato. O resultado é este:

1. Altino de Melo Prazeres Júnior – Presidente – PSTU
2. Sérgio Renato da Silva Magalhães (Carioca) – Vice-presidente: PSOL
3. Paulo Roberto Veneziani Pasin – Secretário Geral – PSTU/PSOL (aparece nas duas listas)
4. Alexandre Carvalho Leme – Secretaria de Relações Intersindicais – PSTU
5. Ciro Moraes dos Santos – Secretaria de Imprensa e Comunicação – PSOL
6. Marisa dos Santos Mendes – Secretaria de Assuntos da situação da Mulher – PSTU
7. Raimundo Borges Cordeiro de Almeida Filho – Secretaria de Organização – PC do B
8. Ronaldo Campos de Oliveira (Pezão) – Secretaria de Formação Sindical – PSOL
9. Vânia Maria Gonçalves – Secretaria de Assuntos da Discriminação Racial – PSOL
10. José Carlos dos Santos – Secretaria de Finanças – (como é um nome muito comum, aparecem vários nas listas de filiados do PSTU, PCdoB, PSOL  e PT). Não dá para saber se um deles é o do sindicato.

Não foram encontrados nas listas de filiação:
1. Antonio Takahashi – Secretaria de Assuntos Jurídicos
2. Carlos Estevam Santa Cruz (Chacal) – Secretaria de Assuntos Previdenciários
3. Fernanda Valeska Barbosa Cavalcante – Secretaria de Assuntos Socioeconômicos e Tecnológicos
4. José Alexandre Roldan Rodrigues – Secretaria de Esporte, Lazer e Cultura
5. José Ivan Spinardi – Secretaria de Assuntos de Saúde e Condições de Trabalho
6. Messias Justino dos Santos – Secretaria de Administração, Patrimônio e Pessoal
7. Narciso Fernandes Soares – Secretaria de Políticas Sociais […]

O PT já tinha  marcado para hoje, na esperança de que a greve durasse mais tempo, um encontro setorial para debater justamente a suposta falta de investimento em Metrô. Funciona assim: a extrema esquerda faz o serviço sujo, e os petistas entram faturando com a “reflexão”…

Petista fazendo digressões sobre Metrô é piada de cínicos. À frente da cidade, Marta não investiu um centavo na área — zero! As administrações petistas  ou da base aliada Brasil afora ignoraram a questão. Tanto é assim que investimentos em metrô são feitos, e de maneira muito pouco ousada, pelo  governo federal. No momento, o serviço está em greve em cinco capitais.

Sou pela privatização. Vende esta porra e manda essa gente embora. Simples. Fica limpinho e honesto como a Linha Amarela.

Anúncios

8 comentários em “Ainda o Metrô”

  1. Pode ser que nem com privatização, pois, os sindicatos são permitidos por lei, seno o serviço privado ou público. O fato, mesmo é a fraca oposição na formação das chapas, sempre os mesmos grupos, parece, vencem e dominam. E as autoridades também exitam em discutir, enfrentar e confrontar nos momentos mais agudos. Por exemplo, manter o serviço com porcentual determinado por lei. Os sindicatos não o cumprem e ninguém exige. Se a Justiça exige, mesmo assim eles não cumprem. Parecem impunes e acima da lei. Se há alguma dureza, ai vem aquela da “criminalização de sindicatos e movimentos sociais” e blábláblá…

  2. corrigindo: “…sendo o serviço privado ou público…”

    E acrescentando. Com essa espécie de salvo-conduto, fazem o que bem entendem e jogam a população, que prejudicam, contra todos.

  3. Pois é, Maria Edi.
    Mas, veja que desta vez,parece não ter dado certo. A greve acabou no dia seguinte. Durou cerca de horas.
    Desta vez, a Cia do Metrô e o Governo do Estado deram nomes aos bois. A greve não pegou.
    O ônus da confusão acabou em boa parte respingando nos grevistas.
    É o de sempre. Se quiser posar de bom moço, perde.
    Se engrossar, com caráter, vence.
    O caminho é esse.

  4. Ora, sindicatos, Brasil afora, são e sempre foram ramificações tentaculares do petismo.
    Essa pelegada anencéfala obedece ordens emanadas de um comando central sediado na ‘Granja dos Tortos”! São membros vassalos da seita lullo-dilmista.
    Fazem parte da tropa de choque. A guarda-vermelha. Servem de escudo para os membros do Politburo caboclo saírem ilesos em Brasília.

  5. Que o Onipotente, as Boas Energias, as Benzedeiras, as Fadas e tudo que for do Bem no Universo, nos Livre das ações destes sindicalistas. “PÉ DE PATO, MANGALÔ, TRÊS VEZES….”.
    Repetir a reza ou mantra 7 vezes
    ( Hoje é sexta-feira, pode ser que dê certo).

  6. Ah, mdv, privatizando você pode mandar o cara EMBORA! O ente só fica se trabalhar direitinho por um salário compatível. Acho isso de uma simplicidade fascinante.

    Dawran, hoje o presidente desse sindicato chorou as pitangas na Folha. Argumentos fracos e a reclamação de que terá de pagar a multa. E haverá julgamento daqui a um mês (!)

    Maria Edi, esse povo anda como há vinte anos. Isso não cola mais em SP. Não sei como não se deram conta.

    Schu, o sindicato é o refúgio dos incompetentes.

    Ah, Iolita, eu quero é que privatizem mesmo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s