A reação que se espera

O PSDB de São Paulo soltou nota oficial rechaçando as críticas do PT na oportunidade de ontem, quando dois trens se chocaram na Estação Carrão, ferindo 33 pessoas. Eis:

É lamentável que o PT utilize um acidente para fazer política partidária e atacar o governo com inverdades. Ao invés de se solidarizar com a população paulista, o PT utiliza de falácias para tentar alavancar seu candidato à Prefeitura de São Paulo. É a velha tática petista do ‘quanto pior melhor’.

O Governo de São Paulo investe pesadamente no Metrô, em nível só comparado ao da China. Em 2011, a rede de Metrô cresceu 5,4 km e ganhou quatro novas estações. Hoje temos quatro linhas em obras, simultaneamente. Até o final de 2014 serão 100 km de extensão, com acréscimo de 30 km, além de mais de 40 km já contratados para serem entregues em 2015 e 2016.

Tudo isso foi feito pelos Governos do PSDB, sem um Real em auxílio do Governo Federal do PT nos últimos nove anos. Os recursos federais que entraram nos cofres paulistas foram apenas por linhas de crédito, pagas, com juros e correção, pelo Governo de São Paulo por meio da rrecadação de impostos do contribuinte paulista e só possíveis de serem obtidas graças à boa administração estadual, que ainda permite que o Estado tenha margem para endividamento.

Querer comparar recurso de empréstimo à gentileza do Governo é como dizer ao cidadão que financia seu imóvel que o banco o está ajudando a quitar suas parcelas.

Deputado Pedro Tobias, Presidente do Diretório Estadual do PSDB-SP, e Deputado Julio Semeghini, Presidente do Diretório Municipal do PSDB-SPN.

Na matéria linkada, Haddad afirma:  “há três meses, tenho conversado com técnicos do Metrô que falam sobre o problema”.

Técnicos do Metrô uma goiaba! Ele tem conversado é com o Sindicato dos Metroviários, entidade muito próxima do PT e que tem todo o interesse em desacreditar a operação automática do sistema, na esperança de manter o já minguado quadro de condutores. Ontem mesmo, antes de a perícia concluir sua análise, que sai daqui a um mês, divulgou-se à larga o depoimento de um sindicalista, segundo o qual “se não fosse a habilidade do condutor…, o acidente poderia ter sido gravíssimo”.

A cretinice de Haddad ao colocar sob suspeita os investimentos no Metrô, insinuando que o Governo Federal “dá” dinheiro e ele não é bem utilizado, corrobora o método petista de mentir pra valer, confiando na ignorância do povo. E ficou bem respondida na nota do PSDB.

O método pode causar espécie em Garanhuns ou Cuiabá, mas aqui não cola faz muito tempo. Aceitar um candidato “que há três meses vem se inteirando” de um assunto tão importate que deveria ser de sua intimidade é piada entre os paulistanos. Pegue suas análises, sua muleta convalescente, sua ignorância geográfica, suas conversas, suas mentiras e enfie onde bem entender.

Anúncios

12 opiniões sobre “A reação que se espera”

  1. Espero que a coisa não fique somente nesta nota. Já passou da hora do PSDB se defender das mentiras desses picaretas. O povo de São Paulo merece saber que dois senadores seus agem sempre com a intenção de detonar o estado. Merece saber também que o governo federal enche as burras de governos aliados e EMPRESTA dinheiro a juros aos demais estados, incluindo São Paulo. E o partido tem gente e meios para isso.

  2. Dizer que que sabia que uma tragédia poderia acontecer e ficou calado?
    Confessou, no mínimo, uma irresponsabilidade.

    Como poderia um ex-ministro, candidato colocado ao partido do governo federal, como candidato da maior cidade do País, ficar calado durante “três meses”, em que “conversava com técnicos do Metrô” sobre a possibilidade de acidente?

    Quer dizer que estava esperando, mesmo, uma desgraça de grandes proporções ocorrer na Cidade?

    E um acidente que poderia ferir muitos de seus buscados eleitores?
    Quem votaria num cidadão desses? Imagina só se ele fosse prefeito e soubesse de algo de tal importância e ficasse quieto?

    O operador do trem que bateu foi entrevistado naquele programa de uma grande rede de TV, no horário do almoço, enaltecendo o heroísmo do cidadão.

    Perfeito. Pois o âncora do programa deveria chamar de volta o operador e dizer-lhe que uma pessoa muito importante sabia que ele poderia ser simplesmente triturado ontem e não falou nada para ninguém.

  3. Palhaçada braba.
    O PT deveria convocar os Kamikazes porque isso não foi batida nem aqui nem na China. Foi uma manobra safada para criar mais um Salve Geral.
    Quem já viu fotos de acidentes de trem sabe que não sobra nada.
    Vejam fotos no Mascate.
    Agora virá:
    Greve dos Metroviários
    Greve dos professores
    Greve dos lixeiros
    Greve dos motoristas de ônibus
    e Greve de tudo que puder transformar a vida do paulistano em um verdadeiro Inferno.
    Eu sugiro greve das Prostitutas também assim a turma do PT teriam a companhia das mães em casa por alguns dias enquanto durasse a greve.
    Sem ofensa às verdadeiras profissionais que devem ser julgadas pelos mesmos critérios que os outros profissionais que oferecem serviços mediante pagamento — tais como dentistas, advogados, cabeleireiros, médicos, bombeiros, etc. Ela é profissionalmente competente? Dá boa conta do serviço? É honesta com seus clientes?
    É possível que a porcentagem de prostitutas honestas e competentes seja maior do que a de advogados e médicos. E enormemente maior do que a de Políticos.

  4. Cortaram os fios da linha 12 da CPTM. Realmente o PT odeia São Paulo,só porque olhando SP e o governo deles dá para ver quem é melhor,e isso sem nenhuma ajuda federal,imagine como estaria SP se recebesse a grana que é destinada ao Rio ?
    Tem que avisar o Haddad que a mãe do PAC prometeu uma grana para o metro de SP,eles perderam a eleição e parece que ela “esqueceu” a promessa.

  5. os trens do metrô param entre estações há decadas.

    25 anos atrás, quando o sistema transportava uma parcela ínfima da quantidade de passageiros que transporta hoje (as estações – fora a Sé – eram vaziiiiias…), isso já ocorria.

    soco na porta, pra mim, é o resultado da falta de educação generalizada, que está transformando nosso povo em um amontoado de trogloditas, ou sabotagem da turma do mensalão.

  6. Foralula, só pode ser agitador. Todo mundo sabe que o trem para de vez em quando. Em linha que cruza com a Sé, então, é todo dia. Por baixo, por baixo, é algum ajuste entre composições ou algum desinfeliz que se jogou nos trilhos. Ninguém esmurra porta a troco de nada.

  7. Bem, esmurrar a porta pode não ser comum no metro, mas saiba que na CPTM é usual; penso já ter sido mais freqüente ( falo da linha que utilizo, Rio Grande da Serra/Brás, Eu a considero bastante boa, pois acompanho todos os melhoramentos que foram e estão sendo feitos em trens e estações. A diferença é enorme.Nestes últimos anos não dá nem para comparar!)
    Várias pessoas olham, mas a verdade é que não falamos nada. Por dentro recrimino, mas não tenho coragem de enfrentar tal comportamento. Tenho medo. Assim como também tenho medo de expressar tudo o que sinto sobre o que está acontecendo. Não vejo com bons olhos esta nossa “democracia”.

  8. É, Dulce, é uma lógica muito simples: o povo vai se inibindo de fazer essas coisas quando vê que o troço é cuidado. Logo logo a CPTM terá comportamento padrão metrô, e só sobrarão mesmo os militantes querendo quebrar tudo pra tentar um clima de insatisfação.

  9. A reação das próprias pessoas poderia até vir a ocorrer. Porém, pode ser que muitos pensem em suas próprias vidas e segurança, apesar da vontade de intervir.
    Por exemplo, se no Metrô ainda há quem, sentado, finja estar dormindo ao ver entrar um idoso ou deficiente físico, uma mulher grávida, ou com criança de colo, o que farão nos trens metropolitanos? O negócio é torcer por melhorias, mas que só virão com inteligência preventiva e punições, mesmo. Descoberto baderneiros, processo e julgamento, com pena do Código Criminal ou Civil, além de ação para indenizar danos causados, por exemplo.
    Contudo, parece que com os transportes existem os mesmos equívocos que ocorrem com torcidas de futebol que causam até mortes por brigas. Por que teria de existir “estatuto do torcedor”?
    As relações de consumo já estão definidas e as agressões, depredações etc já estão no Código Civil.

  10. Dawran, sobre baderneiros, postei nota indicada pelo Pão com Manteiga.

    E você sabe que nas Linhas Azul, Verde e Amarela meus pais não têm dificuldade de arrumar lugar? O mais punk ainda é na Linha Vermelha, embora eles não usem muito (aí já levo de carro). Mas há melhora suave. Questão de educação pura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s