Só não mexam no meu quarteirão

Ontem teve marcha contra a corrupção em várias cidades do país, e tal. Eu continuo com o meu “Cansei”, sabe?

Cansei também de marchas, de clamores, de opiniões óbvias e tudo o mais. Cansei da impossibilidade de mudar qq. coisa. Política no Brasil é extensão do presídio: com as raras exceções, só entra nela quem não tem perspectiva de vida. E, se tem, envereda todo o seu potencial para o jabaculê nacional – criar empreiteiras segundo seus contatos, por exemplo.

Bem, as tais marchas foram todas bem. uita gente crédula, e tal, à exceção de São Paulo. Tenho a impressão de que desafiar a polícia virou tara por aqui – criar um confronto só pra rolar uma adrenalina e poder contar pros netos como grande feito.

Eu sei lá que tipo de gente “sobrou” depoi da marcha de ontem na Paulista, mas tenho certeza que invadiram a faixa de propósito.

Porque aqui é o seguinte: pode fazer tudo, até protesto pelo uso holístico do orégano. Podem até ser freiras caminhando e cantando em busca de um mundo melhor.

Mas não violem o ÚNICO mandamento pétreo de nossos costumes: invadir faixa da Paulista que não estava combinada.

Nessas, não interessa: até o Papa leva bala de borracha no lombo se resolver se meter a engraçadinho.

  • Foto do Estadão, com um brinde de conjugação verbal na legenda.
Anúncios

10 comentários em “Só não mexam no meu quarteirão”

  1. Pois é, é o que eu sempre digo. Se marcha, faixa, manifestação e blablablá adiantasse alguma coisa o Brasil já seria o país mais honesto do mundo.

  2. Pode ser que tenha escrito “interview” e depois, tentou abrasileirar…

    Mas, até marcha contra a corrupção está ficando chata. Apesar de corrupção ser um nome forte e um apelo forte, acaba ficando chato.

    Enquanto isso, a popularidade, Ó!!!…hehehehe…
    Marchas contra a corrupção onde não são malhados corruptos são interessantes.

  3. Marcham contra a corrupção, pintam a cara, o escambau! Depois, em 3 de outubro revalidam o visto de permanência da mesma canalha política, para que tenham motivos de contra eles marchar novamente!

  4. Luiz Schuwisnki,
    Na realidade, visão específica, parece que esse pessoal não está marchando contra nada. Estão apenas dizendo que há fantasmas, tal qual aqueles das histórias de meia-noite.
    Só que todo mundo pode entrar na marcha, bradar contra a corrupção, sem receio de ser reconhecido.

  5. Refer, não sei se você clicou no link, mas a matéria era um rosário de primitivismos de redação. Não há mais revisores nos jornais, mas também não precisa ser tosco, né?

    Vai ver era “interview” mesmo, Dawran…

    Estranho é uma marcha contra a corrupção virar isso. São públicos diferentes… De qualquer modo, ai de quem invadir pista não combinada.

  6. Leticia, por isso falou-se aqui em qualquer um entra e berra contra a corrupção e pronto.
    As marchas parecem estar mais poupando corruptos do que os acuando realmente.
    Quantos demitidos nos últimos quase 16 meses foram punidos? Que, realmente, foram banidos do serviço público, instados a devolver os recursos malversados?
    E olha, usar nariz de palhaço já não tem apelo algum.
    Eles entram no meio usando nariz de palhaço também.
    E a popularidade, sobe…

  7. Pois é…será que Mrs. Hillary “interview”?
    Ela teria aparecido tomando manguaça num bar colombiano, parece.
    Ela pode tomar manguaça? Pode, sim.
    Só faltava ela só gostar de água benta…
    …hehehehe…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s