E Chávez vem para o Sírio

Chávez, ao se saber canceroso em 2011, teve todos os oferecimentos de Dilma para vir se tratar aqui. Não no SUS de Altamira, óbvio, mas no Sírio-Libanês, esse templo opressor da elite branca paulistana.

Na época rejeitou, e hoje se sabe o porquê: acabo de ouvir no Jornal da Cultura que queria fazer e acontecer aqui, achando que São Paulo é Caracas: ter acesso e controle a todas as informações e – imagina! – fechar dois andares do hospital e submeter todo mundo a revista.

Então uma abraço, né, neguinho? Se enfiou na pajelança de Cuba e se lascou. Agora a coisa apertou e ele virá, e será obrigado não só a reconhecer a merda que fez (1. Não fazer exames preventivos; 2. não levar o diagnóstico a sério) como tentar remendar – talvez tarde demais – um quadro instaladíssimo.

E o pior para sua cabecinha socialista: será submetido ao debulho de todo o seu triste fim (e agora não escrevo com deboche) sob um troço ao qual não está acostumado: a liberdade de informação.

Foi o que vaticinamos aqui em junho do ano passado.

E cansamos de reiterar o convite aqui, aqui e aqui.

Anúncios

15 opiniões sobre “E Chávez vem para o Sírio”

  1. Fechar um hospital de ponta, no Brasil, em São Paulo, só para ele? Nem um metro, jacaré!!! Essa mania de perseguição e de ideologizar tudo. No mínimo queria dar a entender que a CIA o pegaria aqui? Oras, se essa tal de CIA quisesse pegá-lo, por que seria aqui, na potência Brics emergente? Quem o pega e faz tempo é a própria demagogia emburrecente dele mesmo.

    A pergunta real é: por que, então, não tratou-se na bolivariana república que criou, como exemplo para o mundo? Tanto tempo de bocarra aberta e nenhum centro de excelência médica?

    Olha, é o que sempre foi dito aqui. Câncer é doença grave. Câncer não deve ser magnificado para deificar o doente acometido. Ninguém fica melhor ou pior, quando ou se acometido de câncer. Não fará multiplicação nem de pão, nem de peixes e muito menos de vinho.
    Só será tratado e será paciente. E paciente, como o nome diz e define, é paciente. Deve calar a boca e ser tratado por tudo o que novas tecnologias criadas pela Ciência, aplicada pela e na Medicina e manuseada por ótimos médicos em hospitais de linha, permitirem.

    Todo o resto é baboseira e de mau gosto. Deitar falação, aparecer carregando imagens de santos, com terços no pescoço etc. não ajuda em nada.
    É uma doença, num país periférico, cheio de superstições, como todos subdesenvolvidos e até desenvolvidos. Deveria aproveitar e destacar a prevenção, a higiene, exames periódicos e destinar recursos que cheguem à saúde preventiva. Não estimular superstições.
    E depois, calar a boca.

  2. Deus que me perdoe dizer isto mas…

    …tomara que a epifânia cubística desse ladrão e assassino tenha lhe custado a vida, tomara que seja tarde demais para os ótimos médicos do sírio-libanês salvarem esse pulha.

    E quem sabe ele vindo para cá aprenda alguma coisa sobre imprensa livre e democracia, por mais que nossa imprensa livre e democracia sejam não mais que mais ou menos…

  3. Tomara que Chávez se cure para depois ser justiçado em praça pública por seu próprio povo. É o que merece.
    Todo ditador – principalmente o terceiro-mundista – se borra de medo quando tem que colocar sua vida em mãos alheias.
    Além do mais, sendo comunista, deve se sentir constrangido em pedir ajuda à Divindade. Entonces…Que a natureza siga seu curso.

  4. De qualquer modo, na dimensão humana, é triste ver alguém que achou que era diferente do resto… agora recorre a patacoadas com Jesus. Me desculpem a visão, mas, considerando o contexto religioso, ela é o contrário do que parece: a fé não pode excluir o humano. Deus botou a gente no mundo pra fazer a lição de casa direitinho, e não pra sermos estúpidos. Qualquer rejeição às conquistas da ciência – ainda mais aquela comum – é empáfia. Não adianta agora recorrer à fé com um passado tão pretensioso. Deus viu como Chávez se comportou com a questão, e garanto a vocês que não fez nem vai fazer nada. Quem tinha de fazer era ele, Chávez, e não fez por orgulho. Agora hueda-se.

    Mdv, posso garantir a você que o Sírio não moveria uma palha de sua rotina médica pra receber quem quer que fosse. Agora o cara se curvou, agora o hospital recebe.

  5. mdv,
    A ver, mas, o poderio dito do citado ex-presidente, já não deve ser assim. Se o foi , em algum momento, foi um momento de deslumbramento, próprio e de covardes e/ou oportunistas.

    Mas, uma coisa é certa: o Brasil é muito maior do que eles todos.

    E todo mundo sabe que o deslumbramento levou o País a uma crise que está crescendo. E não por culpa, só, dos financialistas internacionais. Há financialistas nacionais, idem. E há inapetências, idem. O fim do mundo, que esperavam para os EUA e Europa, parece que foi adiado. Os problemas, graves, permanecem, mas o fim do mundo parece adiado, embora possa reaparecer mais para a frente. Assim, logo logo, serão vistos que os problemas criados aqui, estarão agravados por decisões daqui.

    Assim, se o ex-presidente realmente fosse o sabido clarividente que alardeavam, teria resolvido a crise, aqui, de outra forma e não inflacionando a economia, com baixo crescimento, motivando o forte envidamento das famílias.

    Tudo isso para dizer que a decisão do hospital foi do hospital. Nenhum palpiteiro iria forçar a barra, creio. E o paciente citado, depois da discurseira subdesenvolvida, deveria ter vindo ou ido a centro médico de ponta, aqui, na Europa, ou nos EUA. Ponto. Doenças têm de ser curadas. Ele teria maior sobrevida, é de crer-se, se assim decidisse. E ninguém iria matá-lo, não. A vida não é história de quadrinhos.

  6. Não estou muito a par, mas se Chavez realmente vier, será para tentar uma sobrevida, com uma aparência minimamente saudável, até as eleiçòes de outubro. Se elege, com a ajuda luxuosa dos desdentados e prolonga a roubalheira pra family por mais uns aninhos. Porque, quanto a ele, acho que já era, e terá ido tarde.

  7. Hugo Chaves é comunista e, assim sendo, laico.

    Se seus ídolos são Fidel Castro e Che Guevara, nem deveria apelar para Deus para cuidar de sua doença, apenas demonstra o quanto é hipócrita e o quanto usa a fé alheia para se manter eternamente no poder.

  8. Última forma. Chávez não vem mais ao Sírio. Decidiu que, sob as barbas de Fidel, está mais “seguro”! Depois, o tratamento que recebe em Cuba é feito por estrangeiros pagos a peso de ouro.
    Sim, porque a medicina cubana ainda está na base da garrafada e no extrato de barbatanas de tubarão.

  9. Pousé, alguma coisa deu errado nos fantasmas de vazamento de informação da cabeça dele. Será que ele sinceramente pensa que ninguém sabe do estado em que está? Será que ele é realmente aquilo tudo que a gente pensa dele?

  10. Nem fala em garrafada, Schu. José esteve aqui este feriado, e ele sempre precisa fazer uma “química”, que vem a ser uma mistura de canela, adoçante, orégano, sabonete líquido e tudo o mais o que a avó dele libera na cozinha e na área de serviço. Uma hora eu falei em garrafada, e aí ele gostou da palavra e adotou. E no fim ainda chacoalha tudo na esperança de explodir…

  11. Esse moleque leva jeito, Lets! Parece meu neto Pedro. Se deixar, eles “detonam” a casa!
    Mas, fazer o quê? Pela alegria que nos dão, a gente “aguenta” tudo! Hehehe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s