Encardidinho federal

Confa no Ceagesp desde ontem. Da Folha:

Comerciantes da Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) voltaram a protestar na manhã desta quinta-feira. Segundo a assessoria da companhia, um pequeno grupo de trabalhadores quebrou coisas no local e, por conta disso, o local foi fechado.

Segundo a Polícia Militar, cerca de 180 pessoas participam do protesto, que começou com o impedimento da entrada de caminhões no estacionamento do Ceagesp. O grupo tentou fechar a avenida Doutor Gastão Vidigal e a pista local da marginal Pinheiros, mas foi impedido pela PM.

Os comerciantes são contrários ao novo sistema de controle do estacionamento que que deverá cobrar R$ 4 por hora para utilitários e pequenos caminhões. Veículos de carga maiores pagarão R$ 5. O valor pela permanência por até dez horas chega a R$ 60.

Ontem, já houve protesto no local e a avenida Doutor Gastão Vidigal chegou a ser parcialmente fechada por cerca de 8 horas. Houve ainda uma reunião entre representantes dos comerciantes e a direção da Ceagesp, mas nenhum acordo foi fechado.

Os comerciantes marcaram uma assembleia para hoje para elaborar propostas em substituição ao edital de contratação de uma empresa para gerir o novo sistema.

A Ceagesp já elaborou um edital de contratação de uma empresa para gerir o novo sistema, que terá 299 câmeras e portarias automatizadas. O valor do contrato é estimado em R$ 147,6 milhões.

Para Celso Itiki, comerciante da Ceagesp, o novo sistema é necessário devido a crimes e ao abuso de caminhoneiros. “Tem caminhão sem frete que fica esperando o dia inteiro para ver se consegue uma carga.”

Ele, porém, diz que produtores e compradores não devem ser cobrados.

A Ceagesp afirma que um sistema eficiente de segurança para o estacionamento é uma exigência do Ministério Público por causa das denúncias de prostituição de adolescentes na área do entreposto.

No edital, a companhia reconhece os problemas: “Frequentemente são detectadas situações criminosas, tais como furtos, roubos, brigas, prostituição, contrabando etc.”.

O entreposto tem cerca de 1.200 comerciantes. Segundo Itiki, o objetivo do protesto é incluir no edital a isenção que reivindicam, para que ela fique garantida. De acordo com ele, a Ceagesp diz que a demanda poderá ser negociada.

A companhia afirma que não irá mudar o edital agora e confirma que haverá negociações.

Detalhe: o Ceagesp, apesar do nome e da história, é de administração federal desde 1997. É vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Explica? Acho que sim.

Anúncios

4 opiniões sobre “Encardidinho federal”

  1. Mais uma coisa que fica no ar como sendo do Governo Estadual. Principalmente quando há enchentes, ai fica no ar ser da Prefeitura da Cidade, bem como quando ocorre algum tipo de confusão ou de reclamação, como agora.
    O problema é parar vias de acesso como se fosse a própria casa. Em casa, senta no sofá e bota o pé na mesa de centro. Nas ruas não pode fazer tais coisas.
    As antigas formas de negociar, propor, não funcionam mais? Partem rapidamente para as ruas, atrapalhando?

  2. Também acho. E ir pra bem longe, no Rodoanel Mário Covas, com um raio de 10 km de pasto em volta. Pra não juntar favela nem nada. Lamento a aparente crueldade, mas não dá. Se quiser doar restos, que seja feito por caminhos corretos: não a degradação ou prostituição. E se não quiser caminhoneiro vadiando, arrume outro jeito. Botar pedágio em forma de taxa de estacionamento não é a melhor solução (falando nisso, cadê o PT pra protestar?)

  3. É um grupo pequeno, Dawran. Não me parece serem aqueles que efetivamente trabalham no Ceagesp, e sim o restolho, os caminhoneiros que passam o dia lá sem carga, insistindo.

    Mas você tem razão. Não sei se conhece, mas o Ceagesp está caindo aos pedaços e aposto uma grana que a pastinha nunca sentiu sequer o cheiro da mesa da “presidenta”. Bacana será quando aquele saguãozão vier abaixo de podre. Aí o Datena vai falar genericamente que “nossas autoridades não fazem nada”. E todo mundo vai achar que é com o Alckmin, porque, né… CEAGESP – ESP- ESP!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s