Botãozinho do afeto

Cena que vi agora há pouco me faz pensar que afeto tipo liga/desliga, hojindjía, só para certas categorias da moda:

1) cachorro/gato esfolado/arrastado/atropelado/moído

2) down (tratado como criança, independentemente da idade)

3) criança de favela incendiada (mas só de favela incendiada)

4) humorista à beira da morte

5) artista com câncer

O resto, humpf!

Anúncios

9 opiniões sobre “Botãozinho do afeto”

  1. Verdade. Foram e estão sendo criadas cada vez mais categorias. Não basta mais ser só um ser humano, por exemplo. Tem de ser categorizado, carimbado com alguma projeção, ou melhor, com qualquer “extroversão”, piegas, compungida, indulgente. Senão, está fora.
    Animal, idem. Se tiver pernas, pelos, for bem tratado, tiver “pedigree”, não serve. Exceto se for escorraçado e filmado. E se tiver “habitat” onde pretendem construir usinas, alagar, desmatar, roçar…ai é pé de briga na certa.
    Se for vegetal, bem, tem quem diga que conversa com as samambaias…
    O mundo e estes tempos estão ficando muito chatos.

  2. Desmatamento, só o da Amazônia o da Floresta da Tijuca ou de qualquer desde que seja para alojar mais uma “comunidade”, pode.
    Animal, morro de rir já quando os “salvadores de animais” descobrem que o meu Jack tem pedrigee apesar de sua cara se vira-lata. Sou excomungada na hora.

    Que 2012 seja melhor que 2011 e pior que 2013 para todos nós!!!

  3. E tudo causa comoção nacional porque “está bombando no Yotube, Twitter e Facebook além de outras redes sociais“. Eu sou muito desligado desse tipo de conoção.

  4. Não podemos esquecer POLÍTICOS com câncer.Pelo andar da carruagem vai haver até disputa pela presidência do grupo. DEUS NOS ACUDA!!!!!!!!!! Feliz Ano Novo a todos, apesar de tudo.

  5. Verdade, Malu! Tomada e conforto, só em certos lugares que são superocupados… adivinha por quê? Na Amazônia, never!A floresta da Tijuca pode, à vontade.

    E cachorrinho vira-lata e desamparado. O resto pode fazer qq. coisa, inclusive comprá-lo bebê e jogá-lo fora quando cresce.

    É, Cleiton. O problema só existe quando está nas redissociais. E esse povo ELEGE temas.

    Iolita, tem mais essa. Já discutimos aqui: só vale a torcida conpungida quando o cara tem o melhor tratamento do mundo. No SUS, ó, hueda-se!…

  6. …hehehehe…
    Tem cada uma, não é pessoal?
    E não faz muito, câncer só ocorria com nos “capitalistas, ricos, artistas, dos EUA”, lembram-se? Por aqui, nem a palavra falavam. Agora, parece que virou charme…Que coisa!?!?!?! Magnificam a doença para enaltecer alguns “líderes”. Agora é na Argentina. E no mesmo gogó. Impressionante. Só não falam em cura. Só falam em “superação, coragem, denodo”…Haja!?!?!?!

  7. Estamos entrando em “recesso parlamentar”. Voltaremos nos primeiros vagidos do apocalíptico 2012!
    Que o próximo ano nos seja mais leve, saudável e próspero.
    Estes são os meus sinceros augúrios. Felicidades a todos e até breve.

  8. Exato, Dawran! A cura do câncer ainda é, no inconsciente geral e no consciente dos cínicos, algo que só circula no terreno metafísico. Boa oportunidade pra divinizar canalhas.

    Pra você também, Schu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s